30/10/10

Anfíbios

 Entre os grupos de vertebrados, existe um que simboliza justamente a passagem da água para a terra firme : são os anfibios." Anfíbios" quer dizer "dupla vida" , o que está relacionado às adaptações que essas espécies possuem para a vida na água e na terra.
A fauna de anfíbios inclui cerca de 4 mil espécies, número considerado pequeno em comparação aos outros grupos de vertebrados.

De acordo com suas características , os anfíbios são separados em três grupos:

Anuros : é o grupo mais numeroso. O nome do grupo deve ao fato de que esses animais não possuem cauda na fase adulta. Como exemplos desse grupo , temos as rãs, as pererecas e os sapos. Para diferenciá-los , é preciso prestar atenção em algumas características :

Sapo: são animais que possuem a pele mais enrugada e glândulas de veneno na região posterior aos olhos. Essa glândula de veneno é um mecanismo de defesa e não de ataque. Esses animais só iliminam o veneno quando suas glândulas são comprimidas.

Rã : não possui glândula de veneno , a maioria delas possui membrana entre os dedos das patas, o que facilita o seu deslocamento na água.

Pererecas: possuem discos adesivos(ventosas) nas pontas dos dedos , que lhes permitem se fixarem com facilidade sobre plantas e outras superfícies.

Urodelos: as salamandras e os tritões pertencem ao grupo dos urodelos.Esses animais possuem quatro patas e causa. No Brasil, há poucas espécies de salamandras nativas. Estas vivem , geralmente , na Amazônia. Outro exemplo de urodelo é a axolote , que vive a vida em ambiente aquático e não completa sua metarmofose.


Salamandra:











Tritão:


Axolote:


Gimnofionas ( Ápodes):o principal exemplo desse grupo é a cobra-cega . A característica marcante desse grupo é a falta de patas. A cobra-cega é completamente inofensiva e, geralmente,vive enterrada no solo.






Nenhum comentário:

Postar um comentário